Destaques

Dos prováveis candidatos à presidência da república em 2018. Qual é o de sua preferência?

Largo São Francisco

fran

O Largo São Francisco onde está a Faculdade de Direito, representa o início da vida estudantil e cultural da cidade.Ao lado do Convento, a Igreja de São Francisco é marcada pelo seu estilo simples, de beleza singela. Erguida em 1644, é hoje uma das poucas construções em estilo autenticamente colonial. Os afrescos de seu interior representam diversas cenas que contam a história dos padres franciscanos, mas o destaque deste templo fica com as três valiosíssimas imagens portuguesas; da Virgem, de São Benedito e de São Francisco. Esta última é considerada a mais bela imagem de Santo existente nos conventos franciscanos do país."

Em 1827 foi instalada a Academia de Direito, depois Faculdade de Direito. Ali também funcionou, em 1852, a primeira Biblioteca Pública de São Paulo.

São Paulo nesse período foi sobretudo um burgo de estudantes. Foi a Academia de Direito que principalmente arrancou a capital da província de seu sono colonial.

Observações de Richard Morse: A vida nas repúblicas - escreveu esse pesquisador, provocou um rompimento abrupto do austero código do sobrado e da família. "Os estudantes introduziram novas modas no vestuário, as caçadas, a natação, o flerte, as bebidas, as orgias e o hábito de se reunirem para discussão e divertimento. Levaram a vida para as ruas, ao ar livre, criaram a necessidade de tavernas, livrarias, e inauguraram o sentimento de comunidade".

Passaram pela Faculdade de Direito nomes ilustres tais como: Ruy Barbosa, Prudente de Morais, Campos Salles, Whashington Luis, Jânio Quadros, Rodrigues Alves, entre tantos outros.

No começo de nosso século, o centro da cidade de São Paulo se configurava no modelo belle époque europeu, que refletia o gosto da classe dominante, nascida a partir da economia do café. Eixos de circulação marcavam os novos bairros burgueses: idéias e planos de reformulação foram expostos à Municipalidade. Nos primeiros anos da década de 20, o Vale do Anhangabaú estava remodelado, incluindo o entorno do Teatro Municipal.

O Largo São Francisco é um caso típico de espaço definido pela apropriação do adro, que valoriza a presença de edifícios religiosos.

Nos meados do séc. XVII, iniciou-se a construção de um convento em taipa, por ordem da Ordem Franciscana, situado no extremo sul da Vila de Piratininga, próximo às encostas do ribeirão Anhangabaú.

Em 1776, os frades franciscanos, incorporados ao convívio comunitário, criaram uma escola agregada ao convento. O ensino da teologia, da moral, da retórica e do latim, suscitaram a vinda de um número significativo de estudantes. Em 1827, um decreto do governo imperial, instituiu a Faculdade de Direito, que deveria ser instalada no Convento São Francisco.

Fontes:

1. São Paulo - Edição Mauro Ivan - Marketing Cultural/Secretaria de Esportes e Turismo/Governo Paulo Maluf

2. História e Tradições da Cidade de São Paulo, vol. II, Ed. Hucitec, São Paulo, 1991

3. "Esculturas no Espaço Público em São Paulo", Miriam Escobar

Burgo de Estudantes (1828-1872)

Conteúdos relacionados:

Museu do Ipiranga | MASP | MAM | MUBE | MAC - USP | PinacotecaLargo São Francisco | Largo São Bento | Praça da República | A História da Prefeitura de São Paulo | A Fundação da Cidade de São Paulo | Cronologia dos Acontecimentos | São Paulo Antigamente | Rio tamanduateí Rio Tietê | Rio Pinheiros | Banespinha Barão de Itapetininga | Rua Conselheiro Crispiniano | História - Como se fêz o Viaduto do Chá | História de uma Catedral |Prédio da Light

Veja mais

AddThis Social Bookmark Button