Destaques

SONDAGEM DE OPINIÃO

Dos prováveis candidatos à presidência da república em 2018. Qual é o de sua preferência?

Lygia Clark História

ligia1

Em 1977 afirma que não é mais artista e passa a se dedicar à terapia. Preferia ser chamada de propositora e depois de terapeuta. Faz o que chama de "Objetos Relacionais", sacos cheios de sementes, areia, ar ou bolinhas de isopor, e explora a sensorialidade dos trabalhos sobre o corpo de seus pacientes. Quando voltou ao Brasil, em 1978, abriu um consultório em seu apartamento no Rio, onde tratava seus pacientes com estes objetos.

Além de várias individuais realizadas em Paris, Rio de Janeiro, Nova York, Stuttgart, Londres, Belo Horizonte, assim como participação em incontável número de coletivas, a artista teve o reconhecimento de sua obra prolongado após sua morte, ocorrida em 1988. A 22ª Bienal de São Paulo, realizada em 1994, dedicou-lhe sala especial. Em 1997 Manolo Borja-Villel, da Fundação Tapiés de Barcelona organizou uma exposição itinerante com obras da artista, a qual, após fazer sucesso na Espanha, transitou por Portugal, Holanda e finalmente no Brasil, com apresentações no Rio e em São Paulo.

Conteúdos relacionados:

Biografia Ligia Clark

 

Pablo Picasso | Di Cavalcanti | Botero | Iole de Freitas | Portinari | Victor Brecheret | Rugendas | Almeida Júnior | Benedito Calixto de Jesus | Ismael Néri Lasar Segal | José Pancetti | Cândido Portinari | Anita Malfatti | Heitor dos Prazeres | Mário Zanini |Tarsila do Amaral Flávio de Carvalho | Aldo Bonadei  Heitor dos Prazeres | Flávio de CarvalhoDjanira da Mota e Silva | Alberto da Veiga Guignard | Aldo Bonadei

Veja mais 

AddThis Social Bookmark Button