Destaques

Dos prováveis candidatos à presidência da república em 2018. Qual é o de sua preferência?

Amélia Toledo

amelia

Amélia Amorim Toledo nasceu em São Paulo – SP no ano de 1926. Freqüentou o ateliê de Anita Malfatti, em São Paulo no fim da década de 30. De 1943 a 1947 estuda desenho, pintura e modelagem com Yoshiya Takaoka e, em 1948, com Waldemar da Costa. Trabalha com desenho de projetos no escritório de Vilanova Artigas, de 1943 a 1948. Em 1958, em Londres, freqüenta a London County Council Central School of Arts and Crafts. De volta para o Brasil em 1961, estuda gravura em metal com João Luís Chaves, no Estúdio Gravura. Nesse ano, recebe o prêmio melhor jóia moderna, no concurso H. Stern. Obtém em 1964 o título de mestre pela Universidade de Brasília, concedido por "reconhecido saber". Lecionada na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Portugal, de 1966 A 1967; na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Makenzie, de 1967 as 1698; na Faculdade Armando Álvares Penteado, de 1673 a 1974, e na Escola de Desenho Industrial, no Rio de Janeiro. Em 1990, desenvolve projeto de criação co apoio da Bolsa Vitae de Artes. Nos anos 90, cria Tria Design, empresa de projetos que reedita as toalhas de jogos americanos moving fields. De 1996 a 1998 realiza o projeto cromático de acabamento da Estação Arco Verde do Metrô do Rio de Janeiro, obra premiada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil. Em 1999, executa a obra Caleidoscópio, na Estação Brás do Metrô de São Paulo. Nesse ano, a Galeria de Arte do Sesi realiza retrospectiva da sua obra.

CRONOGRAMA:

Galeria ambiente, São Paulo-1957 e 1960

Galeria OCA, Rio de Janeiro-1961

7° Bienal de São Paulo (Menção Honrosa)-1963

8° Bienal de São Paulo, III Salão de Arte Contemporânea, Campinas São Paulo – Galeria Bonino, RJ-1969

MAN, RJ (melhores exposições) – 1970 – "Brasilian Landscape", 11 th Bienal of Middlehein, Bélgica 1971

Jovem Arte Contemporânea, MAC/USP – 1972

Panorama da Escultura, MAM SP – 1975 e 1981

Galeria Paulo Figueiredo, SP – 1982

17° Bienal, SP – 1983

Panorama do Papel MAM/SP; Tradição e Raptura, Bienal de São Paulo – 1984

Destaques da Arte Contemporânea, MAM/SP – Galeria Tina Presser, Porto Alegre – 1986

19° Bienal de São Paulo – 1987

Panorama da Pintura MAM/SP – 1988

Museu da Fundação Gulbenkian em Lisboa – 1991

MASP; Ultra Modern Brazil, Washington, Brasil Segni D'Arte, Veneza, Milão e Florença, painel, SESC Ipiranga, SP – 1993

Centro Cultural São Paulo, BACI, Washington – 1994

Projeto para o Banco Prosper, para a Estação Arco Verde do Metrô, Rio de Janeiro – 1997

Painel para o Instituto Rio Branco, Brasília – 1998

Esculturas Estação Brás do Metrô de São Paulo, Prêmio do Instituto dos Arquitetos do Brasil para o projeto Arcoverde - 1999

Fonte: Itau Cultural

Ver Imagens

Conteúdos relacionados:

Di Cavalcanti | Portinari | Tarsila do Amaral | Fernando Botero | Anita Malfati

Biografias


AddThis Social Bookmark Button