Destaques

El Greco

elgreco

(1541-1614)

Pintor Maneirista espanhol, cujos trabalhos, igualmente aos de Francisco de Goya e Diego Velazquez, representam o auge da arte Espanhola.

El Greco nasceu na cidade de Candia, hoje Iráklion,Creta (pertencente na época à Republica de Veneza),em 1541 com o nome de Domenikos Theotokopoulos. Detalhes de sua juventude e estudos são superficiais, mas provavelmente começou a estudar pintura em sua cidade natal.

Embora à nenhum destes trabalhos se tenha conhecimento,eles provalvelmente foram pintados no estilo Bizantino, popular em Creta naquela época. Reminiscências deste estilo são vistos em seus trabalhos mais antigos. Ele foi um homem erudito cujo gosto pela literatura clássica e contemporânea, mostra-se te-la adquirido em sua juventude.

Começou trabalhando em Veneza e Roma. Por volta de 1566, El Greco foi para Veneza, aonde permaneceu até 1570. Ele trabalhou no atelier de Titian e foi tambem fortemente influenciado por Tintoretto, ambos, mestres da Alta Renascença. Sua primeiras pinturas em Veneza , como seu "Cristo curando al hombre ciego"(1566 ou 1567), revela sua absorção de colorido Titianesco, da composição gráfica de Titoretto e o uso de profundos efeitos espaciais. Mais tarde veio a inspiração italiana durante os anos que El Greco permaneceu em Roma, de 1570 a 1576. A qualidade escultural dos trabalhos do artista italiano Michelangelo o influenciou, em especial, "Piedad" (entre1570 e 1572), e a "Purlificación del Templo" (cerca de 1574).

Um estudo da arquitetura romana tambem reforçaa estabilidade de suas composições, as quais frequentementeincluem vistas de construções no estilo da Renascenca Romana.Muda-se para Espanha. Em Roma ele encontra vários congregados associadosà Igreja em Toledo, que devem te-lo persuadido a ir para Espanha.Em 1576 deixou a Itália e depois de uma breve estada em Malta, chegoua Tolêdo na primavera de 1577. Rapidamente começou a trabalharem sua primeira comissão Espanhola, produzindo para a igreja de"Santo Domingo el Antiguo" a suntuosa"Asunciónde la Virgem" (1577)marcar a arte de El Greco a cada nova fase. El Greco estava ansioso para lhe ser dada a comissão ao afresco das paredes do recem construido real palacio-monasterio de El Escorial, nas proximidades de Madri, acabado em 1582. Levou várias pinturas para apreciaçãodo Rei Felipe II, que não foram aceitas. Uma delas,

"El Triunfo de da Liga Santa" (1578), prova sua habilidadede combinar complexa iconografia com motivos medievais. El Greco tambem trabalhou para Catedral de Toledo. Nesta época, realizou

"El Espolio" para a sacristiada Catedral de Tolêdo, aonde apresenta uma esplêndida figurade Cristo com uma túnica vermelha, cercado por seus captores. Estetrabalho provocou a primera de várias ações legaispedidas pelo artista contra seus patrões, que consideravam o preçoda obra excessivo. Em 1586 produziu sua "Master Piece", "El Entierrodel Conde de Orgaz", para a Igreja de "Santo Tome" em Tolêdo, aondeaté hoje se encontra. Neste quadro, representa-se um nobre do séculoXIV no momento de seu enterro por San Estebam e San Agustin. A alma seeleva ate um céu densamente povoado por anjos e santos, enquantoao redor da tumba, agrupam-se personalidades políticas de seu tempo.Este quadro manifesta o típico alongamento das figuras, assim comoo horror ao vazio, características que se tornaram mais pronunciadasanos depois, as quais podem ser associadas ao maneirismo internacional.Seus quadros refletem uma intensa espiritualidade mística, evocadorados escritos de Santa Teresa de Ávila e de San Juan de la Cruz,embora não existam provas de que se conheceram pessoalmente.

El Greco prosperou economicamente. Tinha uma grande casaem Tolêdo aonde recebia membros da nobreza e da vida intelectual,como o poeta Gingora e Fray Hortensio Felix de Paravicino, cujo retratopintado por El Greco em 1609 está agora no Museu de Belas Artes,em Boston.

El Greco pintou tambem vistas da cidade de Tolêdo,como a que está no Museu Metropolitano de Nova York.

Os quadros pintados desde 1590 até sua mortepossuem uma intensidade febril. "El Batismo de Cristo" e a "Adoracion delos Pastores" (1612-14), ambos no El Prado, parecem vibrar com a luz geradapelas figuras santas, o que intensifica a imagem mística do acontecimento.Tambem se propos a assuntos mitológicos, como o "Laocoonte" (1610)-National Gallery de Washington-, e de assuntos bíblicos, como a"Apertura del Quinto Sello" (1608-1614). El Greco faleceu em 7 de abrilde 1614 e está enterrado em Santo Domingo el Antiguo.

Ver Imagens

Conteúdos relacionados:

 Rugendas | Almeida Júnior | Benedito Calixto de Jesus | Ismael Néri Lasar Segal | José Pancetti | Cândido Portinari | Anita Malfatti | Heitor dos Prazeres | Mário Zanini |Tarsila do Amaral Flávio de Carvalho | Aldo Bonadei  

Veja mais 


AddThis Social Bookmark Button