Destaques

Dos prováveis candidatos à presidência da república em 2018. Qual é o de sua preferência?

"O secreto discurso do olhar" - FAAP

pagu                                                                                                                                                                                                                                                                       

Sob a presença dos olhos


Numa densa exposição, nada se torna mais motivo de deslumbramento que o dom do artista de ir além do previsível, de ficar além do aquém, de ser tudo o que se espera com ardor do mundo. Mal adentro a exposição “O secreto discurso do olhar”, nesse espaço, à meia luz, da FAAP, para compreender o drama da vida no rosto sombrio de um palhaço de Wladimir Siqueira Junior. Na absoluta cumplicidade do pintor com uma verdade sem colorido, sem vestígio de sorriso, sem qualquer brilho nos olhos, marcas irrefutáveis de todo palhaço. Melancolia que reverbera em outros trabalhos, como é o caso da obra de Eduardo Iglesias, visto que faz da Lua um testemunho inconsolável de suas figuras, um testemunho sem fulgor habitual, uma Lua que deixou, sem saber até quando, de ser Lua. Melancolia que já não existe mais no retrato carrancudo de Oswald de Andrade, que Tarsila do Amaral empreende com vigor, como se esculpisse os traços do escritor sem cortes abruptos, sem truculência nos detalhes, sem falta de profundidade em olhar tão expressivo.

Quanto à Portinari, que belo retrato de Pagu! Que lábios mais plenos de sensualidade! Que pele que o Sol doura de prazer! Que olhos tristes que pedem afagos! Que volume soberbo dos cabelos! Que mulher sedutora, com pitada de timidez! E o que dizer da bailarina de Carlos Araújo? Diante de tão irresistível charme, por mais que se procure o melhor ângulo para observá-la, sempre nos toma de assalto, sempre nos seduz, antes mesmo que nosso olhar a domine por inteiro, pois, sem dúvida, há o mistério de não se saber até onde vai a beleza de seu olhar, a beleza infinita de seu sorriso. Outro trabalho de destaque é o auto-retrato de Pancetti... Que olhar firme, de caráter sólido, de impiedoso auto-escrutínio, prestes a dizer tudo sobre si próprio e sobre nós... Da mesma forma, não posso deixar de lado o retrato de Lucy Citty Ferreira, por Lasar Segall, pois transmite uma pureza e ternura rara, a ponto de quase despontar um sorriso pleno de Primavera, a ponto de seu olhar ser o olhar de Beatriz de Dante, a ponto de sua alegria ser o primeiro Sol da alvorada. É por tal qualidade de obras que recomendo a visita desta bela exposição, na FAAP.

Fábio Padilha Neves

Data: de 13 de agosto a 11 de dezembro de 2011
Local: Museu de Arte Brasileira da FAAP 
Endereço: Rua Alagoas, 903 – Prédio 1 – Higienópolis 
Horários: de terça a sexta-feira, das 10h às 20h
Sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h
(Fechado às segundas-feiras, inclusive quando feriado)
Informações: (11) 3662-7198
Agendamento de visitas educativas Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  
ou através do telefone:             (11) 3662-7200      

Entrada gratuita

Conteúdos relacionados:

Aleijadinho Obras

BiografiasDi Cavalcanti | Botero | Iole de Freitas | Portinari | Victor Brecheret | Rugendas | Almeida Júnior | Benedito Calixto de Jesus | Ismael Néri Lasar Segal | José Pancetti | Cândido Portinari | Anita Malfatti | Heitor dos Prazeres | Mário Zanini |Tarsila do Amaral Flávio de Carvalho | Aldo Bonadei  Heitor dos Prazeres Flávio de Carvalho

Veja mais 



AddThis Social Bookmark Button