Destaques

Dos prováveis candidatos à presidência da república em 2018. Qual é o de sua preferência?

Pinacoteca: "Lá e cá" Retrospectiva de Fernando Lemos

fernando  fernando1  fernando2

O assombro das formas

Qualquer retrospectiva que se preze, qualquer recorte no tempo, qualquer sopro ao longo das palmeiras da existência, demanda uma lucidez que abrange, sem dúvida, a exposição toda de Fernando Lemos, na Pinacoteca, chamada “Lá e cá”. Mal avancei no espaço expositivo, e já fui recebido por uma aquarela, de 1954, que fascina pelo fato de permanecer entre a penumbra e a luz, entre o espanto e a calma, entre o lirismo e o drama. Mais adiante, noto, para meu prazer, que bela linha de luz desenha o perfil deslumbrante de Lygia Fagundes Telles! Que rosto soberbo, altivo e sedutor! Ainda por ali perto, qual não é o suspense que Lemos cria com a fotografia “A mão e a faca-acordo secreto”? Qual não é o sangue latente nas veias? Qual não é o estremecimento entre a mão e a lâmina?

Através de uma busca incansável, o artista testemunha, aqui e ali, a densidade das formas, a voltagem das linhas, a contundência da cor. E não menos maravilhosa é, na pintura, a maneira como conjuga os elementos do quadro como se fossem a vitalidade densa das células, como se fossem a substância impetuosa de um plasma, como se fossem a inebriante dinâmica da paixão, como tão bem mostra o quadro “Abstrato”, de 1965. No entanto, é o quadro chamado “Esperar o silêncio”, da década de 90, que funda a paz de minha alma, que torna a cor, tal como no amor, uma evidência do Paraíso, que alimenta, tal como no amor, meu ideal de Primavera. Do mesmo modo, em “Deixar as coisas claras”, de 1996 e 1997, a cor é a verdadeira manhã do mundo, é o verdadeiro enlevo de uma chuva, é um céu ainda sem nome, é uma estrela já não mais longínqua, é o mar enquanto ainda houver concha e pérola... Não menos interessantes são seus trabalhos mais recentes que, entre a fotografia e a interferência gráfica, pulsam com grande alegria e vigor, com grande emoção e assombro, com grande riqueza plástica e ardor. Se há algum momento autêntico em nossas almas, tal exposição não deve ficar de fora...

 Fábio Padilha Neves

Exposição “Lá e cá” Retrospectiva de Fernando Lemos.

De 24 de setembro a 15 de novembro de 2011.

Terça a domingo e feriados, 10h às 18h. R$ 6,00.  A bilheteria fecha meia hora antes. Grátis aos sábados.

Pinacoteca do Estado de São Paulo – Praça da Luz, São Paulo.

Tel: 3324-1000

Conteúdos relacionados:

Aleijadinho Obras

BiografiasDi Cavalcanti | Botero | Iole de Freitas | Portinari | Victor Brecheret | Rugendas | Almeida Júnior | Benedito Calixto de Jesus | Ismael Néri Lasar Segal | José Pancetti | Cândido Portinari | Anita Malfatti | Heitor dos Prazeres | Mário Zanini |Tarsila do Amaral Flávio de Carvalho | Aldo Bonadei  Heitor dos Prazeres Flávio de Carvalho

Veja mais 


AddThis Social Bookmark Button